Entrevista (português)

Fala-me sobre ti!
O meu nome é Isabel Tamargo (Isa para os amigos) e nasci em Madrid, Espanha. Poucos anos depois, mudei-me para Ronda, uma cidade bonita em Málaga e vivi lá 20 anos com os meus pais e o meu irmão mais novo. Finalmente, conheci o meu companheiro e mudámo-nos para Bilbao, País Basco, no norte da Espanha. Adoro viajar, mas odeio mudanças haha 😀

Qual é a tua formação e como te envolveste no mundo da pastelaria criativa?
Adoro pastelaria criativa mas admito que sempre sonhei em ser uma boa diretora e escritora de guiões. Inscrevi-me na Universidade de Málaga em Cinema e Jornalismo e depois estudei Psicologia. Um dos meus maiores hobbies é escultura, eu também gosto de fazer peças em argila. Acho que é uma grande mistura: cinema, psicologia, escultura e pastelaria criativa 🙂

Se não estivesses a fazer bolos, o que achas que fazias?
Se não estivesse a fazer bolos acho que estaria a escrever guiões e a fazer curtas metragens. Eu sou uma cinéfila louca, por isso tenho a certeza que estaria a ver filmes e séries de todos os tempos e teria um blog sobre cinema 🙂 Com todos os workshops e colaborações agora não tenho tanto tempo, mas tento ver 2-4 filmes por semana com o meu companheiro 🙂

Como e porque é que escolheste o nome “Tartas Imposibles” (Bolos Impossíveis)?
Desde o primeiro contato com a pastelaria criativa sonhei em fazer bolos que não se parecem com bolos, sabes, peças loucas com estrutura, elementos realistas e bustos humanos… por isso, fomos à procura de um nome que fosse original e engraçado. Tivemos dois nomes: Tartas Imposibles (Bolos Impossíveis) e Tartas Increibles (Bolos Incríveis)… Finalmente escolhemos o primeiro 🙂 Então escrevi o slogan e gostei, mas nunca o usei :

“No hay tarta imposible ni reto que no se pueda conseguir con trabajo e ilusión.” “Não há bolo impossível nem desafio que não possa ser bem sucedido com persistência e esperança.”

És uma especialista em modelagem e bolos 3D. O que recomendarias a alguém que quer especializar-se nessa área?
Muito obrigada pelo elogio! 😉 O melhor conselho nesta área é ser constante, um pouco teimoso e fazer o que adoras e te faz feliz. Eu comecei por baixo a trabalhar numa pequena padaria, tive que fazer um monte de bolos muito básicos e não gostava muito, mas um dia decidi largar o meu emprego e fazer peças mais complicadas em casa. Então, o melhor conselho é: diverte-te enquanto fazes bolos e sê muito exigente com o teu trabalho 🙂

Como é o teu processo criativo de trabalho? De onde vem a tua inspiração?
Eu costumo fazer esboços de todas as minhas obras. Às vezes faço os meus próprios desenhos, outras vezes adoro navegar por sites como Pinterest, DeviantArt, CGTalk,… É uma ótima maneira de encontrar inspiração, mas tento sempre fazer algo diferente e não apenas clonar as ideias de outro artista. Nos meus cursos é totalmente diferente, todas as minhas peças dos workshops são 100% originais, acho que isso é muito importante e temos que valorizar mais. Um desenho já existente é mais comercial, mas tens que te lembrar que não é teu.

Fazes parte da maioria das colaborações em todo o mundo. Em quantas colaborações já te envolveste? O que procuras numa colaboração?
Tenho que admitir, eu sou louca por colaborações!! haha 😀 Esta semana terminei 5 peças, a última foi para “Sugar Art for Autism” e esta foi a minha 13ª colaboração (estou muito feliz por ter participado contigo).
Quando participo numa nova colaboração, procuro sempre uma ideia que me permita melhorar novas técnicas e dar o meu melhor. Há uma série de temas, mas as colaborações de sensibilização social são muito importantes. Todas as colaborações são um grande desafio para mim e eu adoro-as todas. Nestes eventos podes fazer projetos maiores e mais complicados e o mais importante, podes conversar e conhecer um monte de cake designers que são actualmente grandes amigos.

Qual foi a colaboração que gostaste mais e porquê?
É muito complicado escolher, mas quem me conhece sabe que adoro o dia das bruxas e filmes, então as minhas favoritas são “Sugar Spooks” (esta foi a minha primeira colaboração) e “Be My Valentine: noites de cinema”. Nesta eu era também administradora/organizadora com Hajnalka Mayor e foi uma experiência incrível, todas as peças foram impressionantes!! Adorei ter participado e divertimos-nos muito. Espero que possamos fazer a terceira para o próximo ano 🙂

Qual foi a colaboração que te deu mais dores de cabeça? O que correu mal?
Be My Valentine: noites de cinema! é a vencedora! Eu tive problemas com a rosa, porque foi a primeira vez que trabalhei numa flor de açúcar complexa, mas finalmente consegui terminá-la a tempo. Estava a trabalhar muito na minha peça e a fazer o vídeo da colaboração e foi um pouco stressante. Além disso, o Peeta Mellark não me ajudou, ele sofreu um acidente e atirou-se ao chão um par de vezes haha …

Ainda falando sobre colaborações, fala-me sobre a colaboração internacional pública “Sweet Summer”, que estás a organizar.
Sweet Summer (Verão doce) é uma ideia que eu e o meu companheiro andamos às voltas nas nossas cabeças há algumas semanas. Depois do almoço bebemos sempre um café com um bom Carcassonne, mas às vezes falamos e pensamos em novos desafios. Com Sweet Summer eu procurava um projeto para todos, uma colaboração internacional e pública, onde cada pessoa pode-se juntar a nós e fazer uma peça. As colaborações são sempre muito restritivas, mas eu sei que há um monte de grandes cake designers e amadores que fazem trabalhos incríveis, então isso poderia ser uma grande mudança para compartilhar a sua arte. Estou tão animada e tão feliz, porque esta é a primeira colaboração que organizo sozinha e somos mais de 300 membros. Tenho a certeza que vai ser incrível, dedos cruzados! Mal posso esperar para ver a tua peça Carla;)

Qual é a inspiração por trás da colaboração?
Não há inspiração por trás desta colaboração. Eu apenas procurei um tema que fosse engraçado e fácil para todos e com um tempo de revelação entre 4 a 6 meses… e verão foi simplesmente perfeito !! ♥

Qual foi o melhor destaque da tua carreira até à data?
O melhor destaque na minha carreira é, sem dúvida nenhuma, ser capaz de conhecer e conversar com pessoas que eu admiro. Eu comecei neste mundo doce há dois anos com uma página de facebook com pouco mais de 10 gostos e agora temos 13.000! Isso é uma loucura!! Eu conheci um monte de cake designers no ano passado e eles são incríveis!! É como se fosses um diretor novato e pudesses conhecer e conversar com o Spielberg ou o Tarantino! Estou realmente feliz. 🙂

Podes dizer-me quais são os teus bolos favoritos de sempre e qual está no topo da tua lista de bolos ainda por fazer?
Gosto de fazer esculturas e bustos, mas uma das minhas obras favoritas é o bolo do Smaug. Fiz esta peça para o aniversário do meu filho e ele não sabia de nada. Lembro-me que colocamos a banda sonora de O Senhor dos Anéis e ele entrou na sala com os olhos vendados. Quando retiramos a venda, ele ficou louco haha 🙂

Bem, na minha lista de bolos por fazer tenho um projeto que eu adoraria fazer de novo, é o busto do Gordon Ramsey. Sabes que eu não pude participar no ano passado no Cake Internacional Birmingham porque a minha peça foi danificada durante o transporte. Tenho certeza que consigo fazer um busto melhor do Gordon agora, só preciso de tempo para começá-lo novamente.

Quem, de entre a safra atual de cake designers/artists, te inspira?
Eu tenho dois tipos de artistas na minha lista de inspiração:
escultores hiper-realistas como Ron Mueck e Jamie Salmon. As suas obras são impressionantes, espero conseguir fazer algo assim no futuro, seria um sonho!

E cake designers que me inspiram podem ser Avalon Yarnes, Lizzo Marek, Karen Portaleo, Hajnalka Mayor, Calli Hopper, Zoe Fox, Natalie Sideserf, Heidi Dahlenburg … e muitos mais! Eu adoro todas as suas obras maravilhosas.

Tens alguns conselhos ou dicas para os nossos leitores?
É importante ter um cuidado especial com os detalhes (treinar a visão espacial e trabalhar todos os ângulos) gerir o tempo e, claro, se estiveres a fazer um busto realista aplicar acabamentos com luz natural, se possível.

Por fim, quais são os teus planos para 2016?
Espero continuar a surpreender com novos bolos e workshops, mas tenho alguns pequenos projetos secretos em que estamos a trabalhar agora, para pessoas espanholas e internacionais 😉

Fiquem atentos! ♥

Muito obrigada Carla por esta entrevista, é uma honra para mim !! Beijos grandes para ti!
Isa

Facebook: http://www.facebook.com/tartasimposibles

Personal Facebook: http://www.facebook.com/isabeltartasimposibles

Website/Blog: http://www.tartasimposibles.com

Instagram: http://www.instagram.com/tartasimposibles

Pinterest: http://www.pinterest.com/tartasimposible

Anúncios